sexta-feira, 2 de julho de 2010

Onze horas

Cai a tarde tristonha e serena
Em macio e suave langor
Despertando no meu coração
A saudade do primeiro amor!

Sino que tange com mágoa dorida
Recordando sonhos da aurora da vida
Dai-me ao coração paz e harmonia.

2 comentários:

Cacau Jafet disse...

dorei seu blog!!!Já estou te seguindo pois quero voltar sempre.
venha conhecer o meu cantinho também.
bjossss

Anônimo disse...

Nossa, como estas poetica, adorei estas flores. Minha mãe tem uma porções delas, mas assim fotografadas ficaram lindas.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...